Ex-presidente do São Luiz, Ricardo Miron, relembra conquista do título do Interior

Ex-presidente do São Luiz, Ricardo Miron, relembra conquista do título do Interior

Ricardo Miron, foi o presidente do São Luiz na temporada 2013, que terminou com o Rubro conquistando o título do Interior. Para a equipe ijuiense levantar o caneco, tinha que torcer para o Internacional vencer o Juventude no Estádio Centenário(Beira-Rio estava em Obras) e foi o que aconteceu. Após empate no tempo normal, o colorado bateu o esmeraldino nos pênaltis por 4 a 3 e conquistou o Gauchão. De quebra, o título do Interior ficou com o São Luiz que obteve a terceira melhor campanha do estadual daquele ano. A reportagem da Rádio Progresso esteve lá e o repórter Alex Frantz entregou o troféu ao presidente do Rubro que também relembrou a conquista.

O início foi preocupante por que tivemos dificuldades materiais naquele ano no estádio 19 de Outubro, teve um vendaval, caiu telhado então houve uma realocação de recursos que seriam destinados ao futebol e foi realocado para a recuperação do telhado do pavilhão. Depois contratamos a equipe técnica, iniciamos os trabalhos, buscamos jogadores no interior de São Paulo e montamos um grupo com jogadores que já conheciam o campeonato e com jogadores de São Paulo. Os primeiros jogos, não obtivemos resultados positivos, foi preocupante e decidimos por fazer mudança.

A partir da mudança da comissão técnica, passamos a acompanhar mais de perto os trabalhos e os resultados começaram a parecer, foram 7 ou 8 jogos invictos, o que consolidou aquela campanha maravilhosa.

O jogo mais marcante sem dúvida foi a final contra o Internacional, embora a derrota. Porque? Porque vínhamos de uma competição muito dura, difícil, tínhamos dificuldades, era o Internacional, tinha todo um contexto para eles virem a Ijuí, inclusive propostas de talvez não realizar o jogo em Ijuí e talvez em Porto Alegre, proposta que não chegou a ser formalizada pelo Internacional, mas sabemos que houve questionamentos de terceiros se haveria possibilidade, mas a direção do São Luiz decidiu que o jogo seria no Estádio 19 de Outubro, corremos os riscos da chuva, gramado embarrado e por isso entendo que foi marcante por trazer o Internacional decidir na nossa casa.

O jogo contra o Grêmio nas quartas de final do segundo turno na Arena também foi marcante. Devido toda a circunstâncias, ficou o gosto de QUERO MAIS naquele jogo. Um jogador a menos, pênalti a nosso favor não marcado, perdemos um dos principais jogadores ainda no primeiro tempo e mesmo assim seguramos e fomos eliminados apenas nos pênaltis. Mas tudo isso faz parte do futebol. Foi um grande conquista do São Luiz, grupo de jogadores, comissão técnica, de Ijuí”.

Compartilhar

Alex Frantz