TJD-RS pede a suspensão preventiva do atacante Jarro

O TJD-RS, pediu a suspensão preventiva do atacante Jarro Pedroso, que defendeu o São Luiz no Gauchão 2023 e atualmente está no Inter/SM. O julgamento aconteceria ontem(22), mas foi adiado por solicitação da defesa do atleta.

Jarro é suspeito de manipulação de resultados. Segundo o MP-GO, o jogador recebeu R$30 mil antecipado para cometer um pênalti na partida entre Caxias x São Luiz, realizada dia 12 de fevereiro pelo campeonato gaúcho. Jarro admitiu que cometeu o pênalti e depois fingiu lesão.

Ainda sem data definida, o julgamento deve ser realizado na semana que vem.

Foto: ASCOMSL

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *